Com seus 300 anos, a celebração da Semana Santa de Aiuruoca é composta por uma série de ritos que ainda estão intocados. A centenária orquestra e coral entoam seus belos cantos em latim, raras composições do século XVIII. As imagens sacras, as procissões, os sermões, a banda de música e a Guarda Romana aguçam os nossos sentidos promovendo uma vivência imediata das festas barrocas do período colonial.

Venham conhecer a nossa Semana Santa, Patrimônio Histórico Cultural Imaterial de Aiuruoca, e se encantar com o que há de mais belo no cenário religioso mineiro.

Fonte e foto: Gilberto Furriel