O dia 1º de março marca uma despedida: a partida de Dora Levenhagen. Há 11 anos, a fundadora do JORNAL PANORAMA partia para a Casa do Pai, selando sua passagem pelo mundo.

Dora foi uma pessoa de grandes pensamentos e ideias, os quais ainda hoje seguem firmes através do seu órgão de imprensa, o JORNAL PANORAMA. Todo seu idealismo se realizou e hoje caminhamos no desejo de sempre proporcionar um jornalismo pautado na seriedade e compromisso com a informação.

Dora, uma mulher acima do seu tempo! Uma líder comprometida com a informação que lutou para que o registro da história de seu povo fosse perpetuado.

Agradecemos a oportunidade de tê-la como nossa inspiradora e se hoje somos o que somos é tudo devido a sua batalha. À Dora, nossa eterna gratidão!

Para relembrar um pouco de sua memória, trazemos uma de suas poesias:

Minas Gerais

Quando o sol lá no horizonte desponta,

quando longe um galo canta

no seu canto de despertar,

aqui de dentro do peito palpita

um coração cansado e triste

desta filha das Minas Gerais!

A saudade vai apertando,

as lágrimas ameaçando,

que vontade de chorar…

Que saudade tão louca,

desta terra linda e cabocla

das serras, dos milharais

belezas das Minas Gerais!

Que recordações tão doces,

das mais lindas noites…

noites de luar.

Noites das serestas e das festas,

noites de São João…

Que saudade tamanha

dos meus tempos de criança,

tempos de esperança!

Passaram-se os anos…

ainda ouço a mocinha,

que o sertanejo à noitinha

se punha a cantar…

Falava de poesia,

da beleza e dos encantos,

da romântica Minas Gerais…

Aos poucos parto…

não sei pra onde,

mas levo dentro do peito

um coração que só soube amar

esta terra linda…Minas Gerais!