dedicado a Terezinha, a heroína que amamentou

milhares de filhos de leite…

Deus te fez Mulher; te fez forte

Humilde, te fez gente…

entregou-te seios de grande porte

para que deles tirasses o bendito leite!

Fostes a alegria de mães aflitas,

a esperança, o fio de vida,

enquanto bocas famintas te sugavam, sorrias

fazendo de ti a mãe de leite querida…

Este seio que Deus abençoou

tantas vidas deu, tantas salvou…

este seio que a bomba castigava

deu vidas, e a tua ele tirou…

Partistes Terezinha, descanses em paz!

O exemplo que aqui deixastes,

não te esquecerão

e sempre haverão de amar-te!