Dr. Edson Lopes Libânio

Residência Médica em Pediatria pelo Centro Médico Naval Marcílio Dias – RJ

Especialista em Pediatria pela Sociedade Brasileira de Pediatria e Associação Médica Brasileira

Titulo Nº 9822 (Conselho Federal de Medicina)

Já pensando no Natal…

BRINQUEDOS NA VIDA DE UMA CRIANÇA

Brincar é a atividade mais importante da vida de uma criança. É de vital importância no desenvolvimento da inteligencia, da criatividade, do raciocínio,  e do conhecimento e da socialização.

Mas não é tarefa das mais fáceis, especialmente em bebês, os pais escolherem o melhor brinquedo, mesmo que em Baependi tenhamos excelentes lojas.

A preocupação central é com os acidentes. Antes da compra devemos analisar se partes pequenas podem ser desprendidas, se há forma ponte aguda, e se é lavável.

Certamente o que não devemos oferecer de rotina é esta parafernália eletrônica, cuja inconveniência já abordei em coluna anterior. A frente vou listar algumas sugestões de brinquedos.

Em resumo os brinquedos devem:

  1. propiciar o desenvolvimento motor, emocional, mental e social da criança;
  2. permitir a expressão dos sentimentos de amor, raiva e outros e de suas ansiedades e frustrações.

A criança deve ter espaço para brincar e companhia de outras crianças e deverá brincar com água, terra, areia.

Os primeiros brinquedos (até 15 meses de idade):

  • 2 a 3 meses: chocalho leve, pequeno, lavável, de preferência uma só cor, argola presa a um fio.
  • 3 a 4 meses: fileiras de bolas ou de objetos coloridos e/ou sonoros presas às grades do berço ou do cercado.
  • 5 a 7 meses: cercado, bolas para rolar, brinquedos leves e sonoros.
  • 8 meses: brinquedos diversos, numerosos, de materiais diversos (borracha, plástico e madeira).
  • 9 a 10 meses: ursos, bonecas de pano.
  • 12 a 15 meses: trapos coloridos, papel, recipiente para pôr e tirar objetos, carrinhos para rodar e puxar, frascos plásticos com tampas removíveis, caixas de papelão com suas respectivas tampas etc.
  • 15 a 36 meses

        Bolas e outros objetos que podem ser movidos.

  • Brinquedos e jogos que estimulam o movimento: escada, escorregador, triciclo, carrinhos, objetos volumosos e leves que permitem à criança pular sobre eles ou que constituem barreiras (almofadões, blocos de plástico etc.).
  • Brinquedos que estimulam os movimentos delicados e a observação do movimento: brinquedos mecânicos de corda, blocos de madeira ou plástico para construções, contas de madeira para enfiar, objetos de encaixe, quebra-cabeças simples, martelo e pregos de madeira .
  • Brinquedos e jogos que estimulam o desenvolvimento da linguagem: pranchas com figuras de objetos, animais etc. para ser identificados, livros de papel grosso com figuras, marionetes, projetores de imagens etc.
  • Brinquedos de representação: bonecas, casas de bonecas com móveis e objetos de uso diário, bichinhos de pano ou pelúcia, roupas para disfarces etc.
  • Brinquedos que despertam interesse pela natureza: aquários, gaiolas com pássaros, animais de verdade ou em madeira ou plástico (do tipo zoológico), frutas de madeira ou plástico. Se possível, excursões ao ar livre em parques e jardins.
  • Materiais de construção: caixas, cordas, trapos, papel recortável, argila, lápis, aquarelas, areia, água, brinquedos desmontáveis, massa de modelar.
  • Jogos educativos em grupo: brincadeiras que estimulem a habilidade e disciplina (andar em fila imitando um trenzinho, esconde-esconde, jogar bola em grupo, cada um esperando sua vez).
  • Brinquedos que estimulem o conhecimento do universo e da técnica: carro de bombeiro, garagem, trens, aviões, barco.
  • Instrumento para iniciação musical: pianinho, marimba, tambores, campainhas, discos com música.
  • Lembre-se: TV ou Vídeo game limite a no máximo 2 hrs ao dia. Suprima os programas de jogos de computador, VG e programas de TV violentos ou de má qualidade. Controle o uso de Internet, suprimindo da mesma forma os sites impróprios, violentos e de má qualidade.

Feliz natal a todos, especialmente às nossas crianças, que merecem sim um brinquedo bacana, e não necessariamente caro.

O velhusco 2019 lá se vai e que venha 2020 com muita paz, realizações e ótima saúde aos leitores.