Me vi extasiada

ante o crepúsculo dourado

no horizonte distante…

Um bando de pássaros que passa

meros viajantes do espaço

Me traz à realidade…

A madrugada me surpreende, fria…

e a neblina que descia

tocava meu corpo, molhava minha face

mesclava com as lágrimas

que teimosas falavam de saudades,

saudades não sei do quê…

Talvez de um amor desfeito

de um abraço ou de um beijo

que, se não dado, deixou desejos…

se dado, deixou segredos…